CENTRAL DE VENDAS

+55 21 2018-0402

Buscar
  • EAC Personnalité

05 - Erros Comuns ao Inciar os Estudos em Inglês


Certamente você já cometeu algum erro ao falar inglês, Talvez você tenha tido algumas situações estranhas.


Muitos estudantes de inglês parecem obcecados em aperfeiçoar seu aprendizado de idiomas e ficam frustrados quando cometem erros e passam horas tentando corrigi-los. Vergonha e constrangimento incomodam cada um de nós de vez em quando.


No entanto, embora você possa tentar se preparar para momentos embaraçosos, nunca poderá evitá-los totalmente. Com um pouco de habilidade, esses momentos desconfortáveis podem se transformar em oportunidades de aprendizado, humor e talvez até amizade. Pensando nisso, separamos 5 erros mais comuns para quem está iniciando os estudos, fique atendo e não cometa gafes:


1- Confundir palavras de grafia e pronúncia parecidas

Não apenas kitchen e chicken são um desafio. Há no inglês diversas palavras de pronúncias muito parecidas que, se trocadas uma pela outra, podem deixar uma pessoa em uma saia justa. É o caso, por exemplo, de beach (praia) e bitch (cadela).

Outros desafios comuns para os brasileiros são as pronúncias de word (palavra) e world (mundo); ear (orelha) e year (ano); e sheep (ovelha) e ship (navio).


2 - Usar a preposição correta em verbos

O uso de preposições no inglês é tão ou mais variado quanto no português, com uma diferença: estas palavras são usadas para compor verbos frasais, que não existem no idioma do brasileiro.

A mudança de uma preposição nestes casos altera o significado da expressão, como, por exemplo, em look out (ter cuidado) e look into (verificar).

"Por conta dessa pluralidade de sentidos gerada por uma infinidade de combinações possíveis, é preciso ter atenção redobrada ao usá-los.


3 - Traduzir diretamente do português

Ao aprender inglês, é preciso ter em mente que algumas expressões ou construções do português não existem no outro idioma.

É comum, principalmente entre brasileiros começando seus estudos, recorrer ao repertório de sua língua nativa ao falar inglês.

É o caso por exemplo de locuções verbais, como quando dizemos "vou ver/falar com minha mãe", que alguns alunos acabam traduzindo diretamente para I go see my mother ou I go talk to my mother, quando o correto seria I'm going to see/talk with my mother.

Esse erro também é bastante comum no emprego de gírias e expressões idiomáticas.

"A pessoa diz que vai 'break the branch' (quebrar o galho), 'make beatiful' (fazer bonito) ou que alguém 'stepped on the ball' (pisou na bola), sem perceber que é necessário adaptar expressões.


4 - Usar uma palavra em inglês com seu significado em português

Cair na cilada dos falsos cognatos é um dos erros mais comuns. Trata-se de palavras em inglês com grafia bastante parecida à forma como são escritas em português, como, por exemplo, pretend (fingir), que se parece com "pretender".

Também se incluem nessa categoria palavras como costume (fantasia), contest (competição), collar (colarinho) e fabric (tecido).


5 - Não pronunciar o dígrafo "th" corretamente

Este dígrafo não existe em português, mas é bastante comum no inglês, usado em palavras para think (pensar), thank (agradecer) e thick (grosso).

Para produzir seu som corretamente, é necessário colocar a ponta da língua nos dentes superiores, um movimento na boca que os brasileiros não estão acostumados a realizar e acabam pronunciando-o com som das letras "F" ou "T".

"Se você diz por exemplo 'I'm going to thank her' (Vou agradecê-la) e pronuncia com som de 'T', vira tank (afundar), e a pessoa pode entender que você 'irá afundá-la', o que pode ser até ofensivo.


Gostou das dicas? Não fique de fora, aprenda tudo sobre a língua inglesa. Comece o Curso de Inglês em Imersão e fique por dentro de tudo. Clique aqui e não perca esta oportunidade.


20 visualizações